Localizado na Rua do Rosário esquina com a Rua Francisco Ribas 105/125
Processo: 08/2001

O imóvel foi edificado pelo Sr. Christiano Justos e serviu-lhe de residência. Descendentes de imigrantes russo-alemães procedentes do Volga, a família Justos radicou-se na região dos Campos Gerais. Possui dois pavimentos, sendo térreo em estilo eclético e o superior construído posteriormente estilo Art. Decô.  Ao longo dos anos sofreu poucas alterações no espaço interno e algumas nas fachadas. No ano de 2019 foi finalizada a revitalização do edifício comprado pelos empresários Carlos e Rogerio Kloster, que usam o empreendimento para ampliar a loja Ultrapack.

No referido imóvel, residiu o Cel. Christiano Justus Jr., descendente de família de imigrantes russo-alemães procedentes do Volga, sul da Rússia. A família Justus radicou-se na região dos Campos Gerais como agricultores e pecuaristas, na localidade de Entre Rios, hoje Guaragi.

Com o passar dos anos, destacaram-se no ramo dos negócios, e Christiano Justus dedicou-se á fabricação de banha e laticínios, tornando-se grande comerciante, reconhecido em todo Estado do Paraná. Merece destaque também, o estabelecimento Casa Comercial Justus S/A – Comércio e Exportação, conceituado devido ao bom atendimento e aos melhores estoques, sendo que vários municípios do Estado faziam compras no atacado para revender em armazéns.

Com o progresso da família, puderem ser observadas belas construções, sendo uma destas o imóvel em questão, a residência do empresário e comerciante Christiano Justus Jr, situada á Rua do Rosário, esquina com a Rua Francisco Ribas.

 

 
 

Biografia do Cel. Christiano Justus Jr.

Christiano Justus Jr. e Esposa Helena Hilgemberg

O Cel. Christiano Justus Jr. Nasceu em Guaragi, distrito de Ponta Grossa, em 24 de maio de 1889. Descendendo de família humilde, pois seus pais eram imigrantes vindo do Volga (russo-alemães), este começou sua vida comercial desde menino, comprando suínos.

Tendo casado em Ponta Grossa com D. Helena Hilgemberg, também natural de Guaragi, logo, com a ajuda da esposa, desenvolveu suas atividades da industrialização de porcos.

Já em 1912, contribuía de maneira acentuada para o desenvolvimento da Princesa dos Campos, com sua primeira indústria de abate de suínos. Posteriormente, desenvolveu outras atividades, como: erva mate, serrarias, beneficiamento de madeira e fábrica de caixas, agricultura e pecuária, sempre acreditando no progresso da cidade.

Pensando em centralizar seus interesses em Ponta Grossa, deu início a uma série de cometimentos, entre estes, o de loteamento, dando condições de abrigo e expansão a vários municípios, bem como ao comércio em geral.

Também foi um dos criadores do Jóquei Club de Ponta Grossa (antes só havia o hipódromo), e como criador de cavalos de corrida, participou de Grandes Prêmios na cidade e outras localidades.

Em atividades políticas, Christiano Justus exerceu mandato do Legislativo Municipal, tendo sido líder do então Partido Social Democrático da cidade (década de 1930) e concorrido a eleições para o executivo.

O Cel. Christiano Justus Junior, foi homenageado, tornando-se nome de uma praça localizada no Bairro da Ronda, em frente ao n° 326 da Rua Professor Cardoso Fontes.

Fontes: Secretaria Municipal de Ponta Grossa, 28 de agosto de 1978.

Projeto de Lei n° 58/78

Acervo Casa da Memória.

Pesquisadoras – Isolde Maria Waldmann e Carla Scariote

 Tombada no ano de 2001