Cemitério situado no distrito de Itaiacoca, Vila do Cerradinho. Construído por volta de 1820, pelos escravos que trabalhavam na fazenda, do Sr. Domingos Ferreira Pinto, pai do Barão de Guaraúna. Durante as primeiras visitas do Bispo de Curitiba a região dos Campos Gerais em 13 de abril de 1882, D. Lino Deodato, visitou todas as capelas existentes e também fez referências aos cemitérios que pertenciam a igreja e ao município. O cemitério do Barro está situado no Cerradinho, construído por escravos que usavam uma técnica especial da época chamada “Taipa”, o cemitério é todo cercado de pedra – ferro e tem um portal de entrada, com duas colunas originais do Séc. XIX.